quarta-feira, 2 de maio de 2018

Earthship e os seus sistemas integrados

Michael Raynolds- Arquitetura Sustentavel

Earthship’s são edifícios construídos a partir de materiais reciclados e reutilizados, produzem electricidade através de energias renováveis, como o sol e o vento, reutilizam a água da chuva e produzem a sua própria alimentação. 
O Fundador do Sistema Earthship Michael Reynalds (ver TEDTalk Garbage Warrior) é especializado em construir utilizando materiais que são considerados como lixo pela maioria das pessoas - garrafas, latas, pneus – e também com materiais naturais, como madeira e terra.

Especificamente na utilização de pneus, Reynolds se destaca: o arquiteto os enfileira e recheia de terra prensada manualmente com uma grande marreta. Desta forma ele cria uma espécie de muro de pneus e terra tem com uma capacidade incrível de deixar a temperatura interior agradável devido à inércia térmica dos materiais.

Em alguns testes as casas estruturadas com pneus e terra apresentaram alta resistência a terramotos e enchentes.

Em 1990 essas técnicas inovadoras foram consideradas arriscadas e viraram alvo de processos do governo americano, o que tirou, temporariamente, o direito de assinar projetos do arquiteto. Sem poder trabalhar, M. Reynolds se dedicou a elaborar um projeto de lei para criar uma área de experimentação em bioconstrução.

Em 2007 foi lançado o documentário Garbage Warrior (Guerreiro do Lixo) que conta um pouco do trabalho do arquiteto na região de Taos no Novo México.

As casas projetadas no deserto têm 50% de sua área destinada ao cultivo de alimentos, o que faz com que atinjam índices de conforto naturalmete em um ambiente com clima bastante extremo.

Michael afirma que após rodarem 40 mil quilómetros os pneus não emitem mais toxinas nocivas ao ser humano.

A Biotectura e os seis parâmetros principais do modelo Earthship são: 
- Biotecture – incorporação da Biologia na Arquitectura 
- Captação de água da chuva e da neve 
- Aquecimento e arrefecimento através de massa térmica 
- Produção de Electricidade através do sol e do vento 
- Tratamento de esgoto no local 
- Produção de alimentos numa estufa coberta integrada 
- Construção com materiais naturais e reciclados

Vejamos um belo documentário de novas propostas de casas saudáveis vindo da Nova Zelândia onde se conjugam os seis parâmetros acima referidos.

2 comentários:

Carlos Faria disse...

Pode não ser muito fácil de enquadrar no estilo da arquitetura tradicional, mas é uma solução para vários problemas ambientais. Vou partilhar o post

João Soares disse...

Boa tarde, Carlos Faria
O movimento cresceu e tem soluções muito atractivas. E em especial Michael tem tido muito sucesso em países afectados por terramotos e calamidades. Na Nova Zelândia muitas bioconstruções é uma realidade.No Brasil existem vários pólos. Na Suécia creio que existem edifícios mais complexos e modernos.
Obrigado
Um abraço muito amigo