sábado, 1 de novembro de 2008

Sobre o 1º de Novembro


Celebra-se hoje o Halloween ou o céltico Samhain, conectado com o Dia de Todos os Santos e com o Dia de Finados da cultura cristã. Tradicionalmente esta é uma noite onde se abrem as portas que separam os mundos visíveis e invisíveis e estes comunicam entre si, permitindo que seres e forças estranhas rompam os frágeis muros do mundo e da racionalidade humana, sempre em busca de se fechar e isolar por medo de conviver com as potências cósmicas do sagrado selvagem, manifestas na forma de animais, demónios e deuses. Hoje foi também o dia em que a maioria dos deputados eleitos pelos portugueses, esquecidos de que nos representam e não aos partidos nem às corporações económico-financeiras, abriram as portas à maior violência fiscal da nossa história e deram mais um passo para a destruição do país. Hoje muitos andarão disfarçados de bruxas, demónios e vampiros, mas as verdadeiras forças das trevas reuniram-se na Assembleia da República, vestidas de fato e gravata, chegando e partindo em BMWs e Audis, para antecipar a votação e fugir dos protestos da tarde. Este foi o verdadeiro horror deste dia. Não o desejo, porque sou pela não-violência, mas temo que estejam a juntar achas para a grande fogueira que um dia destes, num imenso Halloween, vai incendiar este sistema podre 

Sobre Paulo Borges

Sem comentários: