sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Os Limites do Crescimento ou Relatório de Meadows ou Relatório de Roma



Os Limites do Crescimento, publicado em 1972, foi o resultado do trabalho de investigação realizado por uma equipa do Massachusetts Institute of Technology (MIT) coordenada por Donella Meadows, a pedido do Clube de Roma, uma associação informal de empresários, estadistas e cientistas. Vendeu mais de 30 milhões de cópias em 30 idiomas, tornando-se o livro sobre ambiente mais vendido da história.

O referido Relatório, conhecido por Relatório de Roma, trata essencialmente de problemas cruciais para o futuro desenvolvimento da humanidade tais como: energia, poluição , saneamento, saúde, ambiente, tecnologia , crescimento populacional, entre outros.

Utilizando modelos matemáticos (World3) o MIT chegou à conclusão que o Planeta Terra não suportaria mais o crescimento populacional devido à pressão sobre os recursos naturais e energéticos e o aumento da poluição, mesmo considerando o avanço das tecnologias.

O relatório, que também é usualmente conhecido por Relatório Meadows (em referência a seus dois autores Donnela Meadows e Dennis Meadows, Jørgen Randers e William Behrens) teve duas novas actualizações:

1993. Beyond the Limits. Confronting Global Collapse, Envisioning a Sustainable Future
2004. Limits to Growth. The 30-Year Update (foto da capa, em cima).

Os Limites de Crescimento torna-se assim um relatório muito actual, face à crise global e nacional em que vivemos.

Em 2008 Graham Turner da Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO) na Austrália, publicou um artigo intitulado "Uma comparação de 'Os Limites do Crescimento' com trinta anos de realidade" (2). Nele examinou os últimos trinta anos de realidade com as previsões feitas em 1972 e descobriu que mudanças na industrialização, produção de alimentos e poluição estão todas coerentes com as previsões do livro de um colapso económico e social no século 21.

Leituras aconselhadas e mais informações:
1. Donella Meadows
2. A comparison of The Limits to Growth with 30 years of reality. Global Environmental Change, 18, 397-411
3. Les limites de la croissance : le Rapport Meadows francisé
4. «Nous mettons en péril notre avenir» : 15.000 scientifiques alertent sur l'état de la planète

Edição versão digital da primeira publicação

1 comentário:

Carcará Intrigado disse...

Olá João,
Sabe se existe versão deste relatório em português ou espanhol? Caso positivo, está disponível na internet?
Abraços do Brasil,