sábado, 16 de janeiro de 2021

Quem são os “portugueses de bem” que se chegaram ao Chega



1) João Maria Bravo – Dono do Grupo Sodarca. Lidera o fornecimento de armas, munições, tecnologia e equipamento militar ao Estado, forças Aramadas e Segurança.

2) Paulo Corte-Real Mirpuri – Empresário que liderou a Air Luxor (que acabou sufocada em dívidas, tendo os bens desaparecido misteriosamente), filantropo.

3) Francisco Sá Nogueira, gerente da área turística da Helibravo. Ex-presidente da antiga holding do Grupo Espirito Santo para as atividades de agencias de viagens e operador turístico, a Espirito Santo Viagens.

4) Jorge Ortigão Costa – Empresário e produtor agricola, amante de touradas (coudelaria com o mesmo nome), cujo nome consta no Panama Papers

5) Francisco Cruz Martins – Advogado, padrinho de casamento de Ventura, também citado no Panama Papers, administrador de imobiliárias pertencentes à Breteuil Strategies (sediada no Chipre, reconhecido paraíso fiscal).

6) Salvador Posser de Andrade – Co-administrador da antiga empresa imobiliária do Grupo Espirito Santo, e administrador da Coporgest.

7) Jaime Nogueira Pinto – histórico militante fascista, “o grande pai da extrema-direita portuguesa desde o fim da ditadura salazarista” (Steven Forti)

8) Eduardo Amaral Neto – Empresário com ligações à Chamusca. Dono da sociedade de consultoria Gavião Real.

9) César do Paço – empresário, ex-consul honorário de Portugal na Florida (cargo do qual foi exonerado), dono da multinacional Sumit Nutritionals, fanático da Defesa. Pelo Codigo Penal de André Ventura, hoje seria “maneta” porque roubou um relógio de 7.500€.

10) Helder Fragueiro Antunes – Empresário, Engenheiro, ex-piloto de corridas. CEO da Global Data Sentinel. Parceiro de Cesar do Paço em alguns negócios, primo de Miguel Frasquilho (chairman da TAP).

11) Pedro Pessanha – Militar na Reserva, gestor imobiliário. Assessorou vários negócios do BES Angola (BESA), hoje Banco Económico.

12) Fernando Jorge Serra Rodrigues – Empresário Textil (sofás). Salazarista devoto, defensor da ditadura fascista do Estado Novo e divulgador de propaganda nas redes sociais. É o famoso autor da saudação Nazi no jantar de apoio a André Ventura no Porto.

13) Igreja Maná (de Jorge Tadeu) – detentora dos canais de televisão Kuriakos TV, TV Maná e ManáSat 1, tem dado especial destaque a André Ventura nos seus canais promovendo-o como “defensor da moral e dos bons costumes cristãos contra gays e outras modernices antinatureza e antifamilias”.

14) Luis Filipe Graça- sócio na mediadora Elegantalfabeto. Foi angariador imobiliário no segmento premium. Ex-dirigente do PNR e do Movimento de Oposição Nacional, embrião dos neonazis da Nova Ordem Social, tendo aparecido em vídeos com skinheads em protestos.

15) Cristina Vieira – Cartomante na TVI, antiga diretora de Operações da LibertaGia, sociedade que a partir das Bahamas terá lesado perto de 2 milhões de clientes através de um esquema fraudulento de pirâmide.

16) José Lourenço – Consultor Imobiliário. VP na “Fundação” dePaço. Acusado pelo ex-dirigente Nacional do Chega (Miguel Tristão) de fazer entrar dinheiro de formas “estranhas” no partido. O seu nome consta da lista publica de devedores fiscais em Portugal. Amigo do espião Silva Carvalho “com muito gosto”.

17) António Tanger Correia – ex-diplomata, adjunto de Freitas do Amaral durante o governo de Sá Carneiro. Suspenso de várias funções devido a VÁRIAS irregularidades na gestão da embaixada em Vilnius: lesou o Estado em 348.270€ em IVA mais 411.181€/ano em despesas pessoais

18) Paulo Lalanda de Castro – Empresário. Referenciado nos Panama Papers, Operação Marquês e nos Vistos Gold. Acusado de corrupção no processo Máfia do Sangues. Dono da Intelligent Life Solutions, empresa que André Ventura ajudou a ilibar no pagamento de mais de 1 milhão de Euros em IVA, enquanto Inspetor Tributário.

19) Armando Batista – Comandante da Delegação da Cruz Vermelha da Amadora. Defende a criminalização e deportação de imigrantes ilegais. Promoveu petições contra o Pacto de Migração e Asilo da CE, mas afirma não ser xenófobo. Ligação às forças e aos serviços de Segurança.

20) Arlindo Fernandes – Empresário, admirador de Salazar, ex-dirigente e breve deputado do CDS. Acusado em 2019 pelo MP de burla qualificada, falsificação de documentos e branqueamento de capitais em negócios imobiliários. Ameaçou de morte João Ferreira, outro dirigente do Chega.

21) Manuel de Carvalho – O “Miterrand” de Armamar. Empresário, consul honorário da Costa do Marfim, antigo deputado e ex-vereador do CDS (Viseu). Em 2012 foi declaro insolvente por dividas à banca, tendo cumprido o prazo da exoneração do passivo.

22) Diogo Pacheco de Amorim – antigo ideólogo do PND.O famoso bombista e ideólogo do Chega

3 comentários:

Maria Sousa disse...

Olá! O meu nome é Maria Sousa. Conheço o Armando Batista e não o identifico com a acusação que lhe é feita nesta lista. Gostaria de saber a fonte para tal afirmação. Estarei eu enganada?
Obrigada!

João Soares disse...

Olá, Maria Sousa. Foi publicado no twitter https://twitter.com/gandama2uco/status/1310159560368422912
Cumprimentos.
Até breve.

Maria Sousa disse...

Caro João Soares, muito obrigada pela sua resposta. No entanto, no twiter que indica, para além das acusações sobre xenofobia que replica no seu blog, fundadas no facto de ter promovido uma(s) petição(ões) contra o acolhimento de imigrantes na UE, sobre a(s) qual(is) não são dados quaisquer pormenores ou apresentadas provas,também existe uma foto que parece ligar o Armando Batista a uma iniciativa de acolhimento de migrantes. Parece-me contraditório, não lhe parece???..🤔🤔🤔🤔
Envio cumprimentos com o desejo de que fique bem nesta época tremenda que atravessamos.