terça-feira, 8 de março de 2011

Baleias: caça / pesca, gestão, evolução da linguagem e a fala



A caça e a pesca são as barreiras mais polémicas do ecologismo. Se alguns ambientalistas célebres até eram caçadores e pescadores...assim como naturalistas (ex:Miguel Torga). 
Às vezes temos mesmo que abrir mão deste último recurso para gestão populacional ou impôr barreiras na exploração dos "stocks". 
Contudo há o sofrimento animal e uma perspectiva mais biocêntrica que conduz a que nós humanos tentemos optar pelo regime vegan. Mas depois desta conferência creio que preferia assistir a um grande movimento académico mais compreensivo / racional sobre a evolução da linguagem nos seres vivos não-humanos e como ela chegou a um sistema herdável e sujeito à adaptação e selecção natural até nós e por isso preferível do que  a ver esgrimir extensos textos e posições quase extremas de vegans contra não vegetarianos ou ambientalistas versus animalistas e outros ismos.... Finalmente compreendermos que a fala é de facto um marco humano e com ela explorarmos sintonias mais do que divergências e conflitos de interesse ( por exemplo referendos nacionais para limitação da caça e pesca em rios apenas para efeitos de controle de determinadas populações).
Esta questão da linguagem e outras questões podem ser analisadas durante e depois desta conferência TED.

Tudo isto a propósito da notícia que finalmente o Japão suspendeu caça à baleia (para já na Antárctida). Na notícia não vislumbrei nenhum radicalismo nem de vegans nem de anti-animalistas...
Contudo em relação aos alimentos hoje em dia seja de origem animal seja de origem vegetal e com o Codex Alimentarius por aí, nem os vegans nem os adeptos do bom chouriço do fumeiro estarão livres de uma ASAE ou uma polícia alimentar muito mais dura e agressiva que assistiremos no futuro...e não estaremos muito longe disso, não...

2 comentários:

Sofia disse...

Gostei muito.
É fantástico o interesse crescente que se nota na área das vocalizações, bioacústica...
Acho um campo com muito por descobrir, tal como o do estudo referente ao comportamento animal, principalmente no que diz respeito a estes grandes embaixadores dos oceanos.
Excelente blog. **

João Soares disse...

Olá Sofia
Tenho por aqui algumas postagens sobre essas matérias da bioacústica.
Muito obrigado pelo simpático comentário. Beijinhos