segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Zona Ecos Humano

A propósito de paixões/escolhas do companheiro/platonismos/segurança emocional e financeira/ segurança e confiança nos braços do(a) companheiro(a), deixo-vos um vídeo de Rufus Wainwright (neste vídeo, além da música, gosto da escultura) e um poema de Pablo Neruda . Falo com muitos jovens e estão desacreditados, por vezes ingénuos, por vezes adiando as uniões e uma vida independente e com falta de vivências na Natureza. Multiplicaram-se imenso o painel de "famílias", o turismo massificado, a cultura do medo (imposto por jornais tablóides e telejornais) e do reality shows, o desrespeito pelos peões, a conversa e o debate nas ruas, nos cafés...Tantas fracturas, tanta precariedade, tudo tão fast...será bom? Estarão os jovens entre os 25-35 anos mesmo felizes e realizados? Em menos de 30 anos, será que aceitamos com resignação uma juventude sub-18 bloqueada? Foi para isso que valeu a pena o neo-liberalismo?





Talvez

 Pablo Neruda
Talvez não ser,
é ser sem que tu sejas,
sem que vás cortando
o meio dia com uma
flor azul,
sem que caminhes mais tarde
pela névoa e pelos tijolos,
sem essa luz que levas na mão
que, talvez, outros não verão dourada,
que talvez ninguém
soube que crescia
como a origem vermelha da rosa,
sem que sejas, enfim,
sem que viesses brusca, incitante
conhecer a minha vida,
rajada de roseira,
trigo do vento,


E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos.

Sem comentários: