sábado, 26 de maio de 2012

O neoliberalismo é uma fraude e a austeridade já é a maior mentira do séc. XXI.

Há cartoons que falam mais que as baboseiras e rios de dinheiro em eventos pouco produtivos (e infelizmente para a humanidade no séc. XXI) como o Rio-20. O globo da desorientação e das privatizações em sociedades anónimas (de preferência)


O séc XX ainda assim não foi o mais trágico da História da Humanidade. Está cientificamente comprovado que os sécs. XV, XVI e XVII - em especial o século da Contra-Reforma- foram percentualmente mais terríficos (monarquias, impérios, assassinos de índios, hereges, escravaturas, genocídios em várias partes de África e Américas, pirataria). Podem os Marcelos, Pachecos Pereiras e Paulo Portas deste mundo invocar Staline e a Coreia do Norte à vontade. Mas a sua cegueira é tremenda.Se não travarmos estes "senhores" made in USA (principalmente republicanos) e a elite dos mercados já morreram de fome, guerras e conflitos por ouro, petróleo vários milhões de cidadãos no mundo. Os milhões de mortos entre os anos de Pinochet até 2007 já ultrapassa bem longe a purga estalinista (conflitos do Golfo, Iraque,Sudão, ex-Jugoslávia, Argentina, Afeganistão, Líbano, Líbia), fora as vítimas de desastres ambientais, de poluição de rios na Nigéria, da desflorestação...Além disso, não esquecer que a Terra tem um passivo ecológico acumulado da poluição da Revolução Industrial e nós, a continuar assim, estamos a transferir para os nossos filhos e netos uma grande dívida, um passivo ecológico de resíduos radioactivos e de lixo em enormes doses (segundo cálculos, uma dívida que se vem acumulando desde finais da II Guerra Mundial). Temos que pôr um fim a isto. Capitalismo, como está, não serve!


O neoliberalismo é uma coisa lixada. Acaba com a responsabilidade social, institui ditaduras e leva os países à guerra. Faz tudo isso, nega a sua própria existência e ainda acusa a democracia social de ser responsável pelos resultados. (José Luiz Sarmento Ferreira).

Sem comentários: