quinta-feira, 21 de julho de 2022

Acções individuais e o nosso impacto no planeta Terra


Fotografia: © Jean Kugler
Texto: Ana Motta Veiga, Memórias da Casa Antiga
Não é uma fotografia de há 50 anos, é recente. Antes como hoje, os nossos seniores que vivem longe das maiores cidades (ainda) dependem directamente da terra para sobreviver: no alimento e no aquecimento. A pequena horta de cultivo, a criação de capoeira com carne e ovos desembalados, o combustível para o fogão a lenha que ferve e aquece aproveitando toda a energia. Séculos que se espelham na força serena com que esta senhora enlutada equilibra na cabeça o seu fardo de lenha. Uma imagem que diz muito sobre a(s) vida(s) - quase - passadas, mas também sobre as prioridades nacionais.

Acções individuais: posso praticar agroecologia, usar roupa de segunda mão, recusar o plástico e todo este meu esforço é inglório, sabendo que durante anos de retenção de GEE e economia circular se esvanecem num vôo de jacto particular de 15 minutos de uma celebridade qualquer. Ler notícia aqui: Guardian: A 17-minute flight? The super-rich who have ‘absolute disregard for the planet’

Sem comentários: