quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

2020- Balanço da ONG AVAAZ


Avaazers everywhere should know their support has saved lives
Queridos amigos e amigas ao redor do mundo,
Não poderíamos terminar 2020 sem enviar um MUITO OBRIGADO enorme a cada membro desse incrível movimento!!!
Em um dos anos mais sombrios da nossa era, brilhamos mais do que nunca juntos. Alimentamos, protegemos e cuidamos uns dos outros, nos conectamos e nos empenhamos ao máximo para melhorar a situação que vivemos. Não apenas por nossas famílias e vizinhos, mas também por centenas de milhares de pessoas em todo o mundo. Quando Nareyio diz que salvamos vidas é porque, de fato, salvamos.
Basta ver o trabalho incrível que realizamos juntos durante esses doze meses extraordinários:

Janeiro -- 2020 começou em meio às chamas, com incêndios tão enormes na Austrália que podiam ser vistos do espaço. Nosso movimento não perdeu tempo e arrecadou fundos para apoiar os defensores ambientais australianos, ajudar na recuperação das florestas e resgatar coalas, cangurus e outros animais selvagens feridos e famintos.
Rescued wildlife, safe in the hands of volunteer carers
Animais selvagens resgatados, seguros nas mãos de cuidadores e veterinários voluntários em New South Wales, Austrália.
Fevereiro -- Enquanto o mundo começava a descobrir o pesadelo vivido pelo povo uigur, uma minoria presa nos brutais campos de trabalho da China, membros da Avaaz se uniram por sua liberdade: lutamos por sanções, pressionamos o maior fundo de pensão do mundo para encerrar seu investimento em uma grande empresa de vigilância chinesa e pedimos para que a Alta Comissária de Direitos Humanos da ONU iniciasse uma investigação.
Março -- Com a disparada dos casos de Covid, quase 800 mil membros da Avaaz se uniram para exigir que os líderes mundiais suspendessem a dívida dos países mais pobres do mundo, liberando fundos importantes para salvar vidas. Unimos forças em um dia de ação global e vimos o pedido de alívio da dívida ser apoiado pelo Papa, por chefes de Estado e por mais de 150 ex-presidentes. Até agora, 46 países conseguiram adiar o pagamento de bilhões de dólares em dívidas -- mas não paramos por aqui!
Abril -- Quando o lockdown foi decretado no mundo todo, membros da Avaaz de todos os países abriram seus corações e mostraram o que é ter empatia, criando mais de mil grupos de ‘Gentileza Viral’ para oferecer ajuda em suas comunidades enquanto a pandemia se intensificava. Mas isso não foi tudo! Mais de 2 milhões de membros apoiaram o apelo do Secretário-geral da ONU por um cessar-fogo global -- e o Conselho de Segurança, pela primeira vez na história, adotou esta medida! Uau!
UN Chief, António Guterres
Maio -- Não fechamos os olhos enquanto a Covid desencadeava uma epidemia de pobreza e fome! Mais de 130 mil membros da Avaaz arrecadaram fundos para salvar vidas em 23 países. Somente na Índia, fornecemos cinco milhões e meio de refeições a pessoas em situação de extrema necessidade. CINCO MILHÕES E MEIO DE REFEIÇÕES! Também publicamos uma carta aberta assinada por médicos importantes no jornal estadunidense New York Times, chamando a atenção dos executivos das redes sociais -- e fazendo com que o Facebook mostrasse correções sobre fake news perigosas relacionadas à saúde.
Akbar, a garbage picker from the Pakhiwas community in Pakistan
“Não somos mendigos. Coletamos lixo diariamente para vendê-lo, mas por causa do lockdown e do medo do coronavírus não conseguimos vender. Isso nos ajudará a alimentar nossos filhos, que estão com fome.”
Akbar, catador de lixo de Pakhiwas, no Paquistão (sem foto)
Junho -- Os membros brasileiros da Avaaz lutaram durante todo o ano por uma lei inovadora que protegesse a democracia e combatesse a desinformação. Após uma enorme pressão pública, a lei foi aprovada pelo Senado, apesar do lobby cruel das grandes empresas de tecnologia. Conseguimos eliminar medidas perigosas e incluir mecanismos de transparência muito eficazes na legislação. Há ainda um longo caminho a ser percorrido, mas em 2021 poderemos finalmente ter uma lei do povo contra a desinformação -- e levar estes esforços para o mundo todo!
Julho -- Enquanto a Covid ameaçava os fundos de preservação da vida selvagem, os membros da Avaaz se uniram para proteger os empregos dos guardas-florestais e ajudar a fortalecer uma equipe incrível de investigadores infiltrados. Eles expuseram poderosos círculos de caça predatória, levando a 849 investigações criminais e à prisão de 50 grandes traficantes de animais selvagens em Camarões, Gabão, Benin e Senegal. E eles continuam investigando!
Agosto -- Então o impensável aconteceu: uma explosão assustadora atingiu Beirute e 300 mil pessoas ficaram desabrigadas em um piscar de olhos. Graças aos nossos membros no mundo todo, disponibilizamos ajuda financeira em poucos dias, que foi fundamental às operações de resgate, ao fornecimento de suprimentos emergenciais e para abrigar milhares de famílias. Enquanto isso, nossas investigações sobre a desinformação relacionada à saúde resultaram em um relatório revolucionário que foi notícia no mundo todo!
Setembro -- A essa altura, etnias indígenas vivendo em lugares isolados da Amazônia estavam sendo devastadas pela Covid. As comunidades indígenas estavam se mobilizando para salvar vidas, mas precisavam de recursos que os governos da região se recusavam a fornecer. Mas então nos unimos -- e disponibilizamos fundos para que as comunidades pudessem montar clínicas, comprar kits de testes e entregar suprimentos médicos cruciais em toda a Amazônia. Apoiamos mais de 35 mil famílias e ajudamos a evitar o desaparecimento de culturas indígenas únicas. Inacreditável!
A map of the Amazon rainforest
Esse é um mapa da floresta amazônica (em cinza escuro). Cada ponto vermelho é um ponto crítico de transmissão da Covid-19, e as áreas em azul são comunidades amazônicas apoiadas pelo fundo emergencial da Avaaz.
Outubro -- E não tiramos os olhos do planeta nem por um segundo! Quando a Europa propôs uma nova e poderosa lei contra o desmatamento, membros da Avaaz responderam em massa à consulta pública, dando a maior resposta que a União Europeia (UE) já viu em um assunto ambiental! Também lutamos contra um oleoduto destruidor na África Oriental e fizemos pressão para garantir que um novo acordo comercial importante incluísse a proteção da Amazônia. Ainda não conseguimos essa vitória, mas seguimos lutando!
Novembro -- Ao longo de 2020, nosso movimento trabalhou sem parar para defender a democracia estadunidense contra a desinformação. Lançamos mais de 32 investigações que desvendaram enormes redes de disseminação de desinformações nocivas e pressionamos o Facebook a derrubar páginas e grupos que acumularam cerca de 3 BILHÕES de visualizações ao longo do último ano. Nosso impacto foi divulgado por grandes veículos, como New York Times (em inglês), CNN (em inglês), Washington Post (em inglês) e Economist (em inglês), entre outros
.
Joyce Jones, US Mayoral Candidate
"Acredito que a luta contra a desinformação e o ódio espalhado pelas redes sociais é a próxima grande luta pelos direitos civis de nosso tempo".
Joyce Jones, política estadunidense, que se juntou à Avaaz e às vítimas da desinformação em todo o mundo para pedir que o Facebook ‘Mostre os Fatos’ em casos de desinformação.
Dezembro -- Após meses de campanhas climáticas duras, os líderes da UE concordaram em reduzir as emissões de carbono em pelo menos 55% nesta década. Os membros da Avaaz em toda a Europa pressionaram seus governos e financiaram anúncios impactantes para ajudar a garantir esse grande avanço climático. Você ainda tem dúvidas se a pressão pública fez a diferença? A própria Presidente da Comissão Europeia nos agradeceu pessoalmente por motivá-la!
Some the powerful climate ads we've run
Alguns dos anúncios climáticos mais impactantes nos principais jornais deste ano -- inteiramente financiados por membros da Avaaz.

UAU! Fizemos tudo isso (e muito mais!) juntos, nesse nosso movimento incrível, com 65 milhões de pessoas em todos os países deste planeta maravilhoso.
Toda vez que disserem que a humanidade é egoísta e corrompida, lembrem-se disto: em um ano de medo e lockdown, nós encaramos o desafio e abrimos nossos corações com compaixão para milhares de pessoas em todo o mundo.

Nós somos assim.
E isso, mais do que tudo, deve nos encher de esperança. Esperança de que, ao olharmos para o futuro, a gente nunca duvide do que podemos alcançar juntos -- porque quando nos unimos, somos capazes de muito mais do que poderíamos sequer imaginar.
Do fundo dos nossos corações, obrigado!
Mike, Ana Paula, Andrea, Noor, Sofia, Raul, Ine, Hui-Ting, Nana, Christoph, Bert e toda a equipe da Avaaz

Sem comentários: