segunda-feira, 10 de julho de 2017

Fraude nos Biológicos? Pare, escute e olhe, por André Silva


Desta constatação elementar a um questionamento generalizado sobre toda a produção biológica nacional vai uma longa distância. É normal que o desenvolvimento do mercado da produção biológica esteja a incomodar muita gente

[...] Em causa está a representatividade do estudo no que respeita, por exemplo, ao universo de pontos de venda de produtos biológicos em Portugal. Tanto quanto foi possível apurar o Algarve, Porto, Açores e Madeira ficaram de fora. Por outro lado, o artigo refere que este é o maior estudo de sempre sobre este tema, mas se não existem estudos sobre uma determinada matéria uma amostra de cinco unidades será sempre a maior de todas. Para além disso, sabe-se que para este tipo de "estudos independentes" devem ser usados vários laboratórios - normalmente três - o que não aconteceu e, ao não se identificarem empresas e produtores, generaliza-se uma suspeição sobre todo o sector da agricultura biológica, que não é justa nem aceitável. [...]

Ainda no artigo refere André Silva que em Setembro de 2016 foi delineada a Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica, aprovada o mês passado em Conselho de Ministros, mas ainda não publicada. "Entre estas medidas estava precisamente a necessidade de uma supervisão mais rigorosa dos organismos de controlo e de certificação."

[...] São conhecidos e estão amplamente documentados e estudados os benefícios da agricultura biológica e os cidadãos estão cada vez mais exigentes no que respeita à qualidade e natureza dos alimentos que colocam nas suas mesas. Se continuamos (ainda) a pagar mais por alimentos mais saudáveis, éticos e sustentáveis por erradas opções políticas que priorizam e subsidiam fortemente a cadeia alimentar convencional agrotóxica, precisamos ter certeza de que estão efectivamente isentos de químicos de síntese, como adubos, inseticidas, fungicidas ou herbicidas e de que não usam antibióticos e outros produtos que aceleram o crescimento dos animais. Cabe ao Estado proteger os cidadãos de oportunismos comerciais. [...]

Artigo completo na Sábado, 7 de Julho de 2017


Sem comentários: