sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Os “esquivos e míticos” lobos-ibéricos (e outros bichos) da Peneda-Gerês

O fotógrafo João Cosme, cujas imagens já foram publicadas em revistas como a "National Geographic", passou os últimos quatro anos à procura de fotografias únicas do lobo-ibérico no seu “habitat” natural: a serra da Peneda-Gerês. O livro “No Trilho do Lobo”, lançado em Dezembro, foi o resultado.
    



"Quando iniciei este projecto, sabia das enormes dificuldades que iria encontrar com um dos mamíferos mais esquivos e míticos da nossa fauna. Apesar de ser um grande desafio, sempre acreditei que seria possível."


"Foi um processo de superação e de auto-exigência que, em alguns casos, se verificou muito duro. Uma das dificuldades era conseguir imagens com diversidade que representassem toda a beleza inequívoca deste predador."


"Durante quatro anos visitei algumas regiões do país para trabalhar fotograficamente esta espécie. Foi necessário fazer um estudo prévio das deslocações e dos trilhos que a alcateia fazia com regularidade. Passei inúmeras horas de espera em abrigos camuflados e, muitas vezes, o clima rigoroso dificultava todo o processo."


"O trabalho de um fotógrafo de natureza parece algo fácil quando vimos o resultado final, mas engana-se quem pensa assim. Na maior parte das saídas de campo o resultado é negativo. Neste meu projecto, mais de 95% das saídas de campo são um fracasso, sem qualquer imagem da espécie alvo."



"Passados estes anos, considero-me um privilegiado por ter conseguido dezenas de imagens de lobos, quer de crias como de adultos, todas em estado selvagem, em Portugal. Procurei abordar vários temas, sempre com o cuidado de ter imagens com algum impacto."



"Achei necessário fazer uma abordagem não só com o protagonista deste livro, mas também com o que o rodeia, desde as suas presas ao habitat e outros seres vivos que coabitam no mesmo ambiente. Espero dar continuidade a este projecto, com outro conceito, onde o lobo será, mais uma vez, uma espécie fundamental a retratar."



"As criaturas selvagens e os espaços naturais representam a esperança de um planeta mais equilibrado."



"Através das imagens deste livro, espero que consiga passar uma mensagem de respeito para com os outros seres vivos e que, assim, ajude a sua conservação. Este é e será sempre o meu objetivo como fotógrafo de natureza e vida selvagem."

O livro "No trilho do lobo" editado pela Associação de Conservação do Habitat do Lobo Ibérico (ACHLI) tem textos dos biólogos Francisco Álvares, Carlos Fonseca e Gonçalo Brotas.

Sem comentários: