sexta-feira, 1 de março de 2013

BioTerra faz 9 anos de publicações

Estou n´o silêncio estrutural das flores!


Sei que os campos imaginam as suas
próprias rosas.
As pessoas imaginam os seus próprios campos
de rosas. E às vezes estou na frente dos campos
como se morresse;
outras, como se agora somente 
eu pudesse acordar.

in "Súmula, Herberto Helder- poema completo aqui

4 comentários:

Carlos Faria disse...

Parabéns pelo projeto, já há anos que vejo tudo o que por aqui se publica, umas vezes em silêncio, outras comentando, nem sempre estaremos de acordo, mas ambos temos as mesmas preocupações e isso ajuda a nos entender e a lutar pelas mesma causa: a Terra e o seu ambiente.

Rogério Pereira disse...

"Tudo se levanta com um cravo"

A persistência é uma virtude, tal como a água que dizem poder furar a pedra dura

Parabéns

João Soares disse...

Muito obrigado, Carlos Faria e Rogério Pereira. Não consigo esquecer que o blogue BioTerra tem tido impactos na mudança de atitudes por parte dos meus leitores e (ex)Alunos. Além disso é fabuloso a interacção que tenho tido ao longo destes anos em termos de troca de ideias e pareceres, publicação de eventos e queixas e poemas que me enviam, uns em gesto de agradecimento e outros tantos são convites para que eu possa comparecer.Muitos também têm sido os leitores de todo o Mundo que comunicam comigo pedindo que sejam promovidos no blogue eventos e notícias de foro ambiental e ecossolidário. Tudo isso tem sido muito compensador. Bem hajam a todos.

Manuela Araújo disse...

Muitos parabéns, João pelos 9 anos de alerta, divulgação e de luta!

Belíssimo poema, que desconhecia.

Continua a "gritar para além da loucura terrestre"!

Obrigada e bem hajas