segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Contagens de Inverno - Winter Counts - sabedoria dos Índios Lakota


Candace Green, anthropologista do Smithsonian National Museum of Natural History e Emil Her Many Horses, curador do Smithsonian National Museum of the American Indian, interpretam a forma do registo histórico criado pelos Lakota.



Contagens de Inverno são histórias, agendas ou acontecimentos em que são registados cronologicamente cada ano, através de um desenho ou pictograma.

Os Lakota chamavam-lhes Waniyetu Wowapi.
Waniyetu é a palavra de ano, que é medido a partir de primeiro dia de neve até à próxima primeira nevada. Muitas vezes, é traduzida como um inverno.
Wowapi significa qualquer coisa que está marcado sobre uma superfície plana e podem ser lidas ou contadas, como um livro, uma carta ou um desenho.

As contagens físicas de Inverno são registos que foram usados em conjunto com uma mais extensa história oral. Cada ano, foi nomeado para um acontecimento, e as imagens referentes ao nome do ano serviam como fonte de referência que poderia ser sempre consultado no que respeita à ordenação dos anos. As pessoas sabiam o nome do ano em que ocorreram outros eventos importantes e poderiam colocar estes no tempo, referindo-se à contagem dos inverno.

Os eventos usados para nomear os anos não eram necessariamente as coisas mais importantes que se passou, mas os que foram memoráveis e amplamente conhecidos dentro da comunidade. Um desses eventos, o Ano da Queda de Estrelas, foi também amplamente conhecida em comunidades não-Lakota . Garrick Mallery, investigador do Smithsonian, terá reconhecido este aconteciemnto com a tempestade de partículas incandescentes provocada pela colisão do meteoro Leonid em Novembro de 1833, e que ele usou este evento para correlacionar o calendário Lakota com o calendário ocidental. Muitas das informações em linha nesta exposição é baseada em sua publicações de 1886 e de 1893. [Tradução de João Soares, fonte: Lakota Winter Counts-Smithsonian Online Exhibition]


Imagem do contador de Inverno de Cão Solitário. Os pictogramas estão pintados em espiral nas costas da pele de um animal.

Página electrónica relacionada

John Anderson collection


Sem comentários: